“Forró Patrimônio Cultural
Genuinamente Brasileiro”

Artes

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Conheça a tradição de artesanato do nordesteArtes 

O artesanato no Nordeste é uma manifestação cultural muito rica, isso porque as tradições artesanais sofrem a influência de diferentes povos, o que faz com que as peças e técnicas variem de Estado para Estado.

É importante ressaltar que, boa parte do artesanato regional se utiliza de matérias-primas extraídas da fauna e flora nativas, a exemplo da palha de bananeira e de milho, da juta, da fibra do tronco de mandioqueiro, do cipó, do bambu, da bucha, da cera de abelha, das sementes, do vime, das pedras, da areia colorida, da tinta de urucum, das conchas, do barro, do couro, da pena, da linha, da madeira, da casca de coco, etc.

Além de ser uma marca da região e uma manifestação cultural nordestina, o artesanato é também um atrativo turístico e uma fonte de renda que movimenta vários municípios e sustenta milhares de famílias.

Quer saber um pouco mais sobre o artesanato nordestino? Então acompanhe o nosso post!

Alagoas

O artesanato alagoano é muito diversificado e tem a cara do Estado. Na Foz do Velho Chico, por exemplo, são produzidos e comercializados produtos artesanais feitos com palha de coqueiro e taboa.

Nos municípios de Pontal da Barra e Marechal Deodoro, artesãs fazem incríveis bordados sobre o linho branco. Nas cidades de Tucano e Caldas de Cipó, a força está na tecelagem ornamental e nas rendas (filés, bilros e labirintos).

Em União dos Palmares, o artesanato local é marcado pelos itens feitos com fibra de bananeira, enquanto em Tanque d’Arca, Passo de Camaragibe, Palmeira dos Índios e Água Branca, o destaque fica por conta das peças de cerâmica, moringas e jarras.

Bahia

O artesanato na Bahia é uma preciosidade cultural do Estado. Se destacam as peças indígenas, os souvenires, o artesanato mineral, os bordados, a cestaria e trançado, as cerâmicas, as rendas, a tecelagem, os artesanatos de madeira, as artes em metal e também os instrumentos musicais artesanais.

As moringas, jarras e tigelas de cerâmica, barro e vidro são produzidas em cidades como Santa Terezinha e Castro Alves. Já as miniaturas são super famosas em Nazaré das Farinhas, enquanto as redes de pesca são feitas em Xique-Xique.

Para encontrar uma enorme variedade artesanal, visite o Mercado Modelo de Salvador. Por lá você acha panos de prato, berimbaus, estátuas, terços, chocalhos, esporas, pilões, colheres de pau, entre outros.

Ceará

A cidade cearense de Cascavel é a maior produtora de cerâmica no Estado, entretanto, Sobral e Juazeiro do Norte também são bastante representativos em termos artesanais. Elas produzem objetos de barro, imagens do Padre Cícero e bois decorados com flores.

Em Fortaleza, Quixeramobim, Aracati e Maranguape são produzidas rendas, redes, chapéus e bolsas bem interessantes, que agradam turistas e nativos.

Maranhão

O artesanato maranhense é bastante criativo e, em tribos indígenas locais, são elaborados objetos de palha, penas de pássaros e madeira. A cerâmica figurativa, por sua vez, é fabricada em Parnaíba e a cerâmica utilitária em Apiaí. O Estado conta ainda com renas de almofadas, cestarias, tecelagem e redes de dormir.

Outros locais que se destacam no artesanato do Maranhão são as cidades de Guimarães, Humberto de Campos, Barreirinhas, Alcântara e São Luís.

Paraíba

Na Paraíba, o artesanato local é muito forte, tanto que o Estado abriga o grande Mercado de Artesanato Paraibano. Os principais produtos são a renda renascença, a tapeçaria, o crochê, os brinquedos populares, os bordados labirinto e os enxovais em ponto cruz, rococó e richelieu.

Na cidade de Catolé do Rocha, há também o batique, um tipo de pintura feita com cera de abelha e tinta.

Pernambuco

Além das belas praias, Pernambuco tem uma bela variedade artesanal, composto por cerâmica de Tracunhaém, imagens de madeira produzidas em Ibimirim, acessórios para vaqueiros feitos em Caruaru, além de Xilogravura, pintura em tecido, objetos com conchas, redes, cestarias, cangas e panos de prato. Ah, também não dá para deixar de mencionar os souvenires de Porto de Galinhas!

Piauí

O artesanato no Piauí se caracteriza pela vasta produção de cerâmica decorativa em Pedro II, Parnaíba, Mendes, Simplício, Floriano, Oeiras e Teresina.

São moringas, pratos, panelas e potes de todos os tamanhos e formatos. Também encontra-se no Estado a produção de cestarias, os objetos feitos com fibras de buriti, carnaúba, agave e tucum, além de peças de palha de coco.

Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte é conhecido por utilizar as areias coloridas das suas praias como base para a produção artesanal local. Além disso, o Estado produz trançados, vassouras de cipó, esteiras, objetos de palha, cerâmica decorativa, itens de couro, animais de madeira, esculturas de santos, etc.

Sergipe

Em Sergipe você encontra a renda irlandesa, a renda de bilro, o bordado richelieu e também peças de palha.

Na cidade de Neópolis, há uma intensa produção de cerâmica de carrapicho. Esses objetos possuem formatos decorativos de espinha de peixe, asas de passarinho e contorno de aves. As cestarias e trançados também fazem muito sucesso na região.

E aí, você gostou de conhecer um pouco mais sobre o artesanato nordestino? A tradição de qual Estado mais te atrai? Comente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ir para o topo